No Dia do Professor, quem comemora somos todos nós

Hoje é Dia do Professor, a profissão-base, responsável por formar todas as outras. No Medportal, sabemos que nossa estrutura de disseminação do conhecimento e da educação por meio das plataformas digitais sequer existiria sem a vocação para o ensino que nasce em alguns corações: de enfermeiros, médicos, fisioterapeutas e demais profissionais da área de saúde que diariamente estendem o seu cuidado e atenção tanto para os pacientes quanto para os colaboradores que compartilham a sua rotina.

Sabemos que ser um educador em um contexto de saúde é muito mais do que cumprir determinada carga horária ao longo da semana. Assim como a medicina, a educação se insere dentro daquela categoria que exige dedicação permanente, estudo constante, atualizações e tarefas extraclasse – sem falar no mais impressionante: a capacidade de mudar vidas, por meio do carinho e da atenção aos alunos.

Trata-se de um ofício; em alguns casos, quase um sacerdócio, com doação e entrega sem fim – e muitas vezes pouco reconhecida à altura. Mas, não aqui no Medportal. Nossa missão é justamente unir a vocação do ensino com a da saúde de uma forma única, por meio da tecnologia e das técnicas mais modernas de educação.

Desafio

Para que este desafio tão grande seja cumprido, expandimos a abordagem sobre a transmissão do conhecimento. Quem nos acompanha com frequência sabe da importância que o Medportal destina à autonomia do aluno em nossa plataforma, de maneira que ele seja responsável por compor sua própria jornada de conhecimento. Os profissionais que gerenciam os projetos de educação digital em suas instituições de saúde possuem um papel fundamental nisso, pois são capazes de promover a divulgação de conteúdos de qualidade e eficiente para seus colaboradores.

Por isso, também é nossa tarefa auxiliar nossos parceiros a encontrar lideranças com vocação para o ensino – de forma que elas se transformem em mentores, orientadores e professores, capazes de produzir conteúdo rapidamente aplicável na prática e na rotina exigente da saúde. Assim, entre um plantão e outro, entre um atendimento e uma cirurgia, nossos alunos se dedicam a serem profissionais e pessoas ainda melhores. E tudo isso é possível devido a um contínuo trabalho em equipe que permite o aprimoramento das nossas habilidades técnicas e interpessoais.

Nesse contexto, além de dedicarmos esforço contínuo para a construção, melhoria e evolução de nossa plataforma, também nos preocupamos em estar à frente na aplicação de conceitos como a andragogia, paragogia, microlearning, aprendizado contínuo, interatividade, trilhas de aprendizado, entre outros. O que permite que a experiência em educação digital seja potencializada com as melhores práticas educacionais.

Equipe fortalecida em conteúdo digital

Um ponto importante é que não conseguiríamos nada disso sem nossa equipe de conteudistas, que nestes dez anos de história do Medportal empenham parte de sua vida e sua bagagem de conhecimento para a criação constante de conteúdos digital da mais alta qualidade para o ensino de saúde à distância.

Desde então, chegamos à impressionante marca de 350 mil alunos, em mais de 300 instituições atendidas. Nossa meta é que esses números cresçam ainda mais, sempre atrelados à melhoria constante do conteúdo. Afinal, quem ensina tem de ser o primeiro a dar exemplo e caminhar rumo ao autodesenvolvimento contínuo.

Agradecemos, por fim, a todos que acompanham nosso trabalho. Vocês nos dão força para continuar! Nosso blog e redes sociais também são fonte de conhecimento e aprendizado. Compartilhe e não deixe de entrar em contato. Vamos juntos pela rota digital da educação!

Café da manhã Medportal e Anahp: inclusão na era digital

“Conhecimento e inclusão na era digital: como liderar em tempos difíceis?”. Este foi o tema do café da manhã online promovido dia 5 de outubro pelo Medportal, em parceria com a Associação Nacional dos Hospitais Privados (Anahp).

O evento contou com a participação de três grandes players do setor – Rede D’Or São Luiz, Santa Casa da Bahia e a BP – A Beneficência Portuguesa de São Paulo – que expuseram suas opiniões e experiências sobre como ensinar, capacitar e avaliar profissionais de saúde por meio de plataformas de ensino à distância.

Em linhas gerais, todos foram unânimes em dizer: sem as ferramentas digitais de ensino, seria impossível disseminar conteúdo qualificado de maneira rápida e eficiente a uma grande quantidade de profissionais – em especial durante a pandemia. Todas as três instituições são parceiras e usuárias do Medportal.

Estrutura massiva

A Santa Casa da Bahia, por exemplo, administra nove unidades, entre hospitais, museus, faculdade, cemitério e ações sociais. Ao todo, são 5,7 mil colaboradores, a maior parte deles (3,3 mil) concentrada no Hospital Santa Izabel, com pouco mais de 500 leitos. O início dos trabalhos com a plataforma do Medportal ocorreu em fevereiro deste ano.

De lá para cá, são 5,6 mil colaboradores matriculados, em 17 cursos implantados. “O desafio inicial foi engajar a nossa comunidade de colaboradores para participar de forma ativa da gestão de conhecimento”, conta Monica Bezerra, diretora corporativa de Tecnologia e Operações da Santa Casa.

Já a Beneficência Portuguesa é responsável por 7,1 mil profissionais, sendo 4,6 mil médicos ativos, espalhados em dois hospitais e uma clínica especializada no atendimento à mulher. São 900 leitos, sendo mais de 200 de UTI. A parceria com o Medportal teve início em julho do ano passado. Desde então, a aderência é de 97%, com 187 cursos liberados.

Ao todo, 20 mil alunos concluíram os cursos, com 1,7 mil certificados emitidos somente para médicos. Em julho, a BP também passou a utilizar a plataforma de RTC do Medportal – módulo de comunicação em tempo real que possibilitou, por exemplo, que profissionais do turno da noite estudassem  de madrugada. Com isso, foi possível alcançar um público que poderia estar desabilitado a um fluxo síncrono de treinamentos. “Sem a plataforma, não conseguiríamos chegar a todos os colaboradores, com divulgação em massa e adesão em todos os níveis”, revelou Fabricio Amando do Nascimento, gerente-executivo de Tecnologia da Informação da BP.

Por sua vez, a Rede D’or São Luiz engloba 61 hospitais em 11 estados – com 56 mil colaboradores e 87 mil médicos. “Durante a pandemia, não bastava tomar as decisões certas, também tínhamos que tomá-las rapidamente”, explicou a diretora de Qualidade Assistencial do grupo, Dra. Helidea Lima.

O grupo começou a usar o Medportal pouco antes da crise do coronavírus e contou com a plataforma para a estruturação do seu canal de EAD: o Portal Saber – onde estão concentradas atividades de formação de lideranças, autodesenvolvimento e protagonismo de carreira. Em 2021, foram 52,1 mil horas de treinamento por ensino à distância, crescimento de 15% com relação ao ano anterior.

Alcance personalizado

A plataforma do Medportal é estruturada para que as instituições tenham liberdade de inserir o próprio conteúdo, da maneira como for mais conveniente para seus objetivos. “Isso é um ponto positivo dentro de nossa estratégia. Ainda assim, já temos conteúdos feitos de maneira que 80% dos hospitais do País possam utilizar”, explicou o CEO do Medportal, Dr. Thiago Constancio, que moderou o encontro. Hoje, as soluções atendem cerca de 340 mil profissionais de 240 instituições de saúde.

“Lançamos mão de toda ferramenta disponível. Quando falamos em educação, falamos em gestão de conhecimento como o impulsionador do planejamento estratégico. Mas, são as pessoas que definem o jogo, que de verdade fazem a evolução acontecer. São elas que nos movem, o resto é aporte e suporte”, afirmou a diretora da Santa Casa.

Já o gerente-executivo da Beneficência Portuguesa ressalta que o espaço físico já não é mais um problema para a transmissão de conhecimento. “O acesso à plataforma nos permite ir para todos os públicos. No entanto, não podemos implantar a tecnologia somente pela tecnologia. Ela é a aceleradora de todos os processos. Mas, é preciso que se discuta bastante o mecanismo de inclusão dos cursos. Hoje, pelo excesso de temas disponíveis em todos os lugares, a curadoria é importantíssima.”

Na Rede D’or São Luiz, a capacitação das equipes mais do que dobrou depois do uso da tecnologia. “Pegamos toda base de conteúdo que já existia no Medportal e fizemos a formatação deste conteúdo para a nossa realidade. Temos 61 hospitais e um dos grandes desafios é convencer as pessoas sobre a importância do aprendizado, para que nosso propósito chegue ao colaborador e, consequentemente, reflita no paciente”, finalizou Dra. Helidea.

Conteúdo disponível

Para quem quiser conferir tudo o que foi debatido no café da manhã do Medportal com a Anahp, o conteúdo já está disponível em nosso canal do Youtube. Clique aqui para acessar.

Gostou do tema? Compartilhe, dissemine o conhecimento entre os seus contatos. Caso tenha dúvidas ou precise de qualquer ajuda, entre em contato!