As diferenças entre educação continuada e desenvolvimento de RH

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Nos últimos anos, os departamentos de Recursos Humanos das empresas se transformaram em superestruturas. Em parte, para atender demandas criadas pela própria evolução das relações de trabalho e suas nuances; em outra, pela necessidade mais acentuada de aprimorar os colaboradores diante da concorrência e de um mercado cada vez mais regulado, complexo e desafiador.
Uma dessas funções assumidas, e que ganhou mais importância, foi o desenvolvimento de pessoas. Ou seja, o capital humano se tornou cada vez mais importante e estratégico para as empresas e deixou de ser visto somente como mão-de-obra para se tornar um diferencial competitivo.
Dessa forma, é plausível supor que desenvolver pessoas ganha mais relevância ainda em áreas que lidam diretamente com outros indivíduos, como o setor da saúde. Hospitais devem dispensar uma atenção especial ao desenvolvimento de profissionais na linha assistencial, já que nesses casos deixar o cliente satisfeito vai além de apenas atender índices. As implicações dizem respeito à vida das pessoas, que é o maior bem a ser preservado e cuidado.
 
Diferentes níveis de desenvolvimento
É aqui que podem ter início algumas distorções. Há muitas empresas que, por uma série de motivos (financeiros ou até por desconhecimento), restringem a tarefa de treinar e capacitar equipes apenas ao RH.
Não se trata de afirmar que o RH não tem competência para isso; pelo contrário, são competências complementares e imprescindíveis. Para desenvolver um programa de treinamento adequado, é preciso investir em estrutura, pessoal qualificado e um projeto bem sistematizado. O desafio demanda tempo e recursos, que podem ser escassos se assumidos totalmente pelo RH, tendo em vista o cumprimento de tarefas de gestão e execução com prazos determinados a que a área de Recursos Humanos já se dedica.
Além da gestão de benefícios, folha de pagamento, recrutamento etc, uma área de Recursos Humanos antenada com a modernidade deve trabalhar para desenvolver ainda mais os profissionais da empresa ou instituição e garantir o seu reconhecimento, tanto do ponto de vista individual quanto no de equipe.
Valorizar os potenciais talentos, pessoas que apresentam muitas características positivas, mas que precisam trabalhar outros pontos para se tornarem profissionais de performance diferenciada e se manterem em alto nível. É com esse tipo de treinamento, mais voltado para desenvolver softskills, que o RH normalmente deve se preocupar.
 
Como, então, treinar equipes adequadamente?
Para incutir a cultura institucional e atualizar os times em relação a procedimentos técnicos, a melhor saída é investir em programas de educação continuada. Isso evita que o RH se transforme em uma superestrutura – que será difícil de administrar por si só – e possibilita que cada um atue com foco distinto dentro da empresa, de forma colaborativa.
Além dos aspectos pedagógicos e técnicos, a gestão educacional requer imersão nas métricas de adesão de colaboradores, abrangência, dentre outras, correlacioná-las aos indicadores assistenciais de modo que alcance os resultados estratégicos definidos pela instituição. Ganha-se em efetividade. Portanto, aqui estamos pensando em estratégias de desenvolvimento e evolução de hardskills, que permitam melhorar os indicadores assistenciais, tais como taxa de infecção, tempo médio de internação, proporção de reinternações, taxa de mortalidade, dentre vários outros.
Como citamos acima, a educação corporativa também ajuda a garantir a transferência da visão do grupo para toda a instituição. Algo essencial em hospitais, em que as equipes lidam diariamente com vidas humanas em situação de fragilidade e precisam seguir diferentes regras e protocolos, ao mesmo tempo em que tomam decisões de maneira muito rápida e assertiva.
A educação corporativa é essencial, ainda, para hospitais que buscam acreditações, pois permite a escalabilidade dos treinamentos e a adoção em massa de padrões técnicos exigidos.
 
Fale com o Medportal
Felizmente, o mercado dispõe de ferramentas que facilitam a elaboração, execução e manutenção de programas de educação continuada em hospitais. Uma delas é oferecida pelo Medportal. Estamos preparados para apoiar gestores no estabelecimento de um ambiente virtual de aprendizagem personalizado de acordo com as necessidades e objetivos da organização de saúde.
Nossa solução resolve diversos problemas encontrados pelas instituições, como a dificuldade de estabelecer o treinamento diante das diferentes escalas de cada equipe; a necessidade cada vez mais latente de modernizar a capacitação; a facilidade de controle e visibilidade da aplicação do treinamento e a busca por acreditação, entre outros.
Entre em contato para conhecer nossas soluções e obter mais informações sobre os nossos serviços!

Equipe Medportal

Equipe Medportal

Assine nossa Newsletter

Fiquei tranquilo não enviamos SPAM.

%d blogueiros gostam disto: