Por que hospitais devem ter um gestor de educação continuada?

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

No nosso artigo anterior, destacamos que, em geral, atualmente existe um bom nível de maturidade entre hospitais e empresas de saúde quanto à importância de implementar e gerir programas de educação continuada.
Anterior a isso, no entanto, é preciso contar com um profissional que fará a administração deste tipo de processo na instituição: o gestor de educação continuada.
Neste artigo, falaremos sobre a importância deste tipo de profissional para hospitais e como exatamente ele pode contribuir na evolução de práticas educacionais nas instituições.
 
Cada um com a sua função
Profissionais focados podem ajudar instituições de saúde a alcançar resultados expressivos na melhoria de processos, motivando e potencializando as habilidades e competências dos colaboradores e principalmente, fomentando ciclos de melhoria contínua dos processos e disseminação da cultura institucional.
Do ponto de vista educacional, instituições de saúde podem ser divididas em três grandes categorias quando o assunto é educação continuada: as que têm programas do tipo totalmente operantes, com um profissional com dedicação exclusiva na coordenação; as que têm educação continuada, mas com a gestão compartilhada de profissionais que acumulam outras funções; e as que simplesmente não têm programa consistente para o treinamento de equipes.
Por isso mesmo, o benefício imediato da presença de um gestor de educação continuada nos hospitais é justamente o de garantir que outros gestores de área não se sobrecarreguem com uma função extra. De quebra, isso também certifica que a educação continuada será executada de forma séria e consistente, sem improvisos.
 
Pensando no melhor
Superada esta etapa, vamos ao papel do gestor de educação continuada propriamente dito: implantar um programa que garanta a evolução técnica constante dos departamentos do hospital, seguindo as frequentes atualizações de protocolos e metodologias, além de incutir a cultura corporativa do grupo.
Além dos aspectos pedagógicos e técnicos, a gestão educacional requer imersão nas métricas de adesão de colaboradores, abrangência, dentre outras, de modo que alcance os resultados estratégicos definidos pela instituição.
Também já falamos como a educação corporativa ajuda a garantir a transferência da visão do grupo para todas as pontas dos processos. Algo essencial em hospitais, em que as equipes lidam diariamente com vidas humanas em situação de fragilidade.
Além disso, a educação corporativa é essencial para hospitais que buscam acreditações, pois permite a escalabilidade dos treinamentos e a adoção em massa de padrões técnicos exigidos.
 
Quem é esse profissional?
Para um gestor de educação continuada em hospitais, não basta ter conhecimento de práticas, protocolos, equipamentos e do funcionamento de uma instituição de saúde. É essencial que ele tenha experiência em capacitação profissional de equipes de saúde; que saiba avaliar impactos das ações gerenciais e prever possíveis conflitos; e que consiga apresentar soluções para o desenvolvimento das demandas e necessidades da equipe assistencial.
Também pesam a favor do gestor de educação continuada algumas características valorizadas em qualquer ambiente corporativo, tais como um bom relacionamento interpessoal, liderança, flexibilidade, experiência e autoridade. Afinal, se ele vai implantar um programa de capacitação, é importante que também seja capacitado – e que provoque uma sensação de segurança, e não de dúvida, nos demais funcionários.
O líder de educação continuada precisa, ainda, aprender a aplicar suas habilidades por meio de ferramentas digitais – o processo de digitalização, inclusive, foi em grande parte aprofundado pela pandemia. Mas ele não precisa ser proficiente no uso dessas plataformas, já que elas estão lá justamente para ajudá-lo, tornando o manuseio acessível e intuitivo.
Sua prioridade é entender e diagnosticar as lacunas de conhecimento e promover a transformação digital no ritmo apropriado para o capital humano de cada instituição. E quer saber a melhor parte? Muitas vezes ele próprio, gestor educacional, acelera sua transformação digital pessoal à medida em que encara esse desafio. Basta escolher as ferramentas adequadas.
 
Fale com o Medportal
O Medportal trabalha oferecendo ferramentas para que organizações de saúde implementem e gerenciem programas de educação digital. Estamos preparados para apoiar líderes e gestores a estabelecer um ambiente virtual de aprendizagem personalizado de acordo com as necessidades e objetivos da organização de saúde.
Nossa solução resolve diversos problemas encontrados pelas instituições, como a dificuldade de estabelecer o treinamento diante das diferentes escalas de cada equipe; a necessidade cada vez mais latente de modernizar a capacitação; a facilidade de controle e visibilidade da aplicação do treinamento e a busca por acreditações, entre outros.
Entre em contato para conhecer nossas soluções e obter mais informações sobre os nossos serviços!

Equipe Medportal

Equipe Medportal

Assine nossa Newsletter


    Fique tranquilo não enviamos SPAM.

    %d blogueiros gostam disto: