Grupo São Cristóvão Saúde: compromisso com a qualidade e a segurança do paciente

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Considerada uma das maiores referências em saúde na cidade de São Paulo, o Grupo São Cristóvão Saúde, instituição que atua há mais de 100 anos na terra da garoa, consolidou-se pelo atendimento de excelência aos seus beneficiários. E foi nesse contexto de fomentar os princípios base da organização, que investir em um programa de educação continuada digital entrou no radar da Alta Direção.

A especialista em treinamento e desenvolvimento do Grupo São Cristóvão, Lena Barreto, é assertiva ao pontuar que a instituição está continuamente em busca de melhorias e formas de garantir a segurança e qualidade dos serviços prestados pelos profissionais. Por isso, destaca a importância de investir na capacitação de seus colaboradores de forma estratégica e contínua. “Nosso sistema de gestão da qualidade impulsionou diversos processos de Recursos Humanos, desafiando-nos a buscar novas ferramentas para garantir a capacitação de nossos colaboradores de forma estratégica e continua”.  

A premissa de qualidade vai além do pilar de atendimento ao paciente, se estendendo à integração e engajamento do colaborador junto à cultura institucional e aos demais membros da equipe — principalmente quando se trata de novas contratações. “O colaborador precisa receber informações quando ingressa na instituição, da nossa cultura, de questões mais técnicas, e do quanto o trabalho individual interfere na percepção dos nossos beneficiários.  

O início da parceria do São Cristóvão com o Medportal foi durante o período de pandemia. Lena explica que antes da plataforma de educação digital, a maioria dos cursos realizados pelos colaboradores eram feitos presencialmente. “Nós admitimos mais de 500 profissionais desde o início da pandemia até dezembro. E conseguimos garantir que todos eles tivessem o conteúdo de integração em sua totalidade. Além disso, conseguimos fazer com que alguns treinamentos que eram mais técnicos e teóricos, fossem migrados para a plataforma, possibilitando um modelo mais híbrido”.

Vale destacar que com a adoção da ferramenta, o antigo desafio de conciliar o tempo das aulas presenciais com a carga horária de trabalho dos colaboradores diminuiu significativamente.  

 “Foi um ganho muito grande ter a plataforma ao nosso lado nesse momento. Com a utilização conseguimos garantir que os colaboradores, no ingresso à instituição, recebessem todas as informações necessárias para uma atuação alinhada à estratégia Institucional”, exclama.

Liderança engajada com o projeto educacional 

Para o sucesso desta inovação foi fundamental obter o comprometimento da equipe de gestores, contribuindo significativamente para a adesão dos colaboradores. Nesse ponto a especialista destaca ” que o incentivo à educação digital pelos Stakeholders é o diferencial que a instituição carrega com orgulho. “Hoje as lideranças nos procuram para que possamos incluir e compartilhar os conteúdos na plataforma com o público interno. Eles compreendem não só a importância, mas veem a utilização da plataforma como um grande aliado. Por outro lado , os colaboradores se sentiram protegidos, pois atendemos aos protocolos de saúde: não aglomerar, não colocar todos em uma mesma sala para ter um treinamento”, completa. 

Além disso, esse apoio foi essencial para garantir a conclusão dos treinamentos de todos os colaboradores nesse contexto crítico mundial de saúde, uma vez que puderam concluir a capacitação nos horários mais convenientes, além de não comprometer a rotina das atividades habituais.  

Resultados para além do econômico-financeiro

Sobre a estratégia de planejamento dos conteúdos para os colaboradores, a especialista revela que buscam potencializar as habilidades de cada profissional de acordo com o seu departamento. Sendo assim, o recurso da plataforma Medportal de possibilitar a personalização dos treinamentos é primordial para esse planejamento. Além disso, Lena exemplifica que a gestão dos resultados passa também pelo desempenho dos profissionais nos treinamentos. “A partir dos gaps da avaliação de competências, por exemplo, eu consigo elaborar conteúdo que possa trabalhar esses desafios que surgiram. Outro ponto é que para replicar o conteúdo para um quadro de 2000 colaboradores o tempo despendido para atingir simultaneamente todos os envolvidos seria muito extenso. Hoje, com o recurso da plataforma, conseguimos treinar um número muito superior de profissionais em um intervalo de tempo muito menor do que antes”, comenta.

Produzir treinamentos em escala e com qualidade é uma tarefa que garante impactos positivos e minimiza a incidência de possíveis problemas durante a capacitação da equipe técnica. “Gastamos um período muito importante nisso, porque [o conteúdo] estará virtual para o colaborador e eu não estarei fisicamente presente. Mas a plataforma me dá subsídios para que eu possa abrir meios de contato junto ao aluno e que ele possa direcionar essas dúvidas para nós assim que surgirem. Dessa forma, conseguimos fazer essa tratativa de forma mais individualizada”, elucida. 

Sobre o retorno financeiro do projeto, Lena comenta que a análise é feita levando em consideração a economia que a plataforma pode trazer, mas sem nunca perder de vista a qualidade do aprendizado. 

Lena destaca que o novo modelo dispensa a necessidade de contar com um profissional dedicado por 16 horas semanais à integração, bem como o serviço de coffee break que também acaba pesando no balanço final. Possibilitando aos profissionais dedicar maior tempo à busca pela melhoria contínua de processos internos e produção de conteúdo “Fazemos esse levantamento para mostrar para a diretoria o quanto a plataforma nos trouxe de retorno”, finaliza.

O CEO do Grupo São Cristóvão Saúde, Dr. Valdir Pereira Ventura, divulgou alguns dos resultados obtidos nos primeiros meses de operacionalização da plataforma de educação digital. Entre os destaques, ele pontuou a taxa de adesão de 85% dos colaboradores, além de uma retenção de conhecimento de 92%. Como saldo final, a satisfação dos colaboradores foi de 94%. Quase um ano depois desses dados, o impacto positivo da estratégia de capacitação permanece em alta, a adesão passou de 85% para 98% dos treinamentos planejados concluídos. Para o futuro, a prioridade é evoluir ainda mais a estrutura dos treinamentos e o engajamento dos alunos. E assim, o São Cristóvão se fortalece como uma referência no setor, trabalhando sempre com brilho nos olhos e paixão pelas pessoas.

marketingmedportal

marketingmedportal

Assine nossa Newsletter


    Fique tranquilo não enviamos SPAM.

    %d blogueiros gostam disto: